Mar Assombrado Entre as ondas, sob as árvores - 2015

  1. Intro – Navio fantasma (Instrumental)
    (Sena/Huff) – 2’53 (ISRC BXAWR1600001)
  2. Lobo, aos olhos do ocaso
    (Sena) – 5’52 (ISRC BXAWR1600002)
  3. Sotiripse ed ogof
    (Sena) – 5’35 (ISRC BXAWR1600003)
  4. Céu, universo, chuva
    (Sena) – 6’27 (ISRC BXAWR1600004)
  5. Causa mortis
    (Sena) – 5’37 (ISRC BXAWR1600005)
  6. Intermezzo – Lobo, aos olhos do ocaso (Pte. II)
    (Sena) – 2’03 (ISRC BXAWR1600006)
  7. O regresso do hoplita (instrumental)
    (Sena) – 8’16 (ISRC BXAWR1600007)
  8. Com a cabeça decepada/1789
    (Sena) – 5’19 (ISRC BXAWR1600008)

MÚSICOS

André de Sena (composições, arranjos, guitarras, violão e vocais)
Rafael Bernardo (baixo elétrico)
Ítalo Cavalcanti (bateria)
Daniel Félix (teclados solo e base)
Gilmar Black (sax e flauta transversal solo)
Priscila Gama (flauta doce soprano pré-barroca e contralto barroca)
Marcelle Macedo (flauta transversal base)
Colorau (trompete)
Pedro Huff (violoncelo)
Sérgio Ferraz (violinos base e solo)

FICHA TÉCNICA

Gravado entre agosto de 2014 e dezembro de 2015 no estúdio Carranca, em Recife-PE.
Engenheiro de som: Jorge Manero.
Apoio técnico: Marco Melo.
Mixagem: Jorge Manero (Estúdio Carranca) e Emerson Andrade (Móbile Studio).
Masterização: Fábio Henriques (SP).
Produção executiva e fonográfica: André de Sena.
Logo, diagramação e arte: Alcides Burn (www.theburnart.blogspot.com).
Fotos dos músicos e imagens do encarte (paisagens): André de Sena.

TEXTO DO ENCARTE

O Mar Assombrado é um novo projeto autoral que reúne um time de músicos da cidade do Recife, responsáveis por este primeiro CD, “Entre as ondas, sob as árvores”. Contudo, a história das músicas que estão registradas no álbum é bem mais antiga: começa em fins da década de 1980, se consolida ao longo dos anos de 1990 e chega aos dias atuais. Elas, além de outras composições, fizeram parte do repertório de grupos com diversas formações, sempre capitaneados pelo escritor e guitarrista André de Sena, com destaque para o Eucalipto, que naquele período fez vários concertos em festivais universitários e bares diversos, conhecido pelas harmonias sofisticadas e arroubos sinestésicos (o grupo utilizava gelo seco com essências daquela árvore…). Vida pré-internet, em que os discos em vinil ainda ocupavam os melhores espaços das residências e os primeiros CD’s acabavam de surgir. Numa cena musical dominada por grupos de diversas vertentes regionalistas (anteriores ao movimento manguebeat), de rock tradicional e algumas bandas pioneiras do heavy metal recifense, o Eucalipto surgia como um dos raros grupos de rock progressivo da cidade, ao lado de outros como Algaravia e Van Ludwig. Naquela ocasião (primeira metade da década de 1990), algumas das composições de Sena foram registradas numa demo-tape, gravada em fita rolo e fita DAT, tradicionais suportes dos estúdios da época pré-digital, ao lado dos músicos recifenses Fred Pessoa (baixo), Lígia Pessoa (teclados) e Murilo Nóbrega (bateria). Na segunda metade dos anos 90 e ao longo da primeira década do novo milênio, Sena optou em seguir a carreira acadêmica na área dos estudos literários: os concertos rarearam, a banda foi extinta, mas novos registros das mesmas composições continuaram sendo feitos, bem como apresentações esporádicas, a exemplo do CD-demo “Terza Rima” (2005), gravado já no sistema digital Pro-tools, ao lado dos instrumentistas paraibanos Marcos Alexandre (baixo), Cleidson Araújo (bateria), Paulo Pellee (teclados), Everaldo Santos (flautas) e Henry Guerra (violino). Exatamente uma década depois, as mesmas músicas recebem sua versão definitiva, neste “Entre as ondas, sob as árvores”, ao tempo que o Mar Assombrado vem reacender a chama do prog rock nos dias atuais, dentro de um cenário bem diferente daquele dos anos 90, por sinal, mais multifacetado, em que se registram vários outros grupos dentro do gênero no Recife. Assim, o Mar Assombrado pode ser visto como uma nova aventura musical, surgida em 2014, que promete nos brindar nos próximos anos com álbuns autorais e inéditos, mas com canções de longa história nos bastidores, de quase três décadas.

The band Mar Assombrado is a new authorial project which gathers a group of musicians from Recife, all of whom are responsible for this first CD, “Entre as ondas, sob as árvores”. However, the history of the songs recorded in the album is much older as it started in the late 1980s, it got consolidated during the 1990s and ran through to the present day. These and other songs were part of the repertoire of groups with different backgrounds and were always headed by the songwriter and guitar-player, André de Sena, in particular, Eucalipto. In that period, the group, known for its sophisticated harmonies and synesthetic ecstasies (the group used dry ice with essence from that tree…), performed many concerts in university festivals and in different pubs. It was pre-Internet life when vinyl records occupied the best spaces in the houses and the first CDs had just appeared. Within a musical scenario dominated by groups from different regionalist strands (prior to the “Manguebeat” movement), classic rock bands and some pioneering heavy metal bands from Recife, Eucalipto stood out as one of the few progressive rock bands of the city, alongside other bands like Algaravia and Van Ludwig. At that time (first half of the 1990s), some of André de Sena’s songs were registered on a demo tape, recorded on roll tape and DAT tape, the traditional studios’ support in the pre-digital era, together with the musicians Fred Pessoa (bass), Lígia Pessoa (keyboards), and Murilo Nóbrega (drums) from Recife. In the second half of the 90s and throughout the first decade of the new millennium, Sena decided to pursue an academic career in literary studies. Hence, the concerts became scarse and the band was discontinued. However, new recordings of the same musical compositions continued being made and some concerts were held sporadically. As an example, the demo-CD “Terza Rima” (2005), which was recorded already with the Pro-tools software, together with the instrumentalists Marcos Alexandre (bass), Cleidson Araújo (drums), Paulo Pellee (keyboards), Everaldo Santos (flutes) and Henry Guerra (violin), all from the State of Paraíba. A decade later exactly, the same songs gained their final version in the present album “Entre as ondas, sob as árvores” while the band Mar Assombrado is back to rekindle the flame of prog rock nowadays within a very different scenario from the one in the 90s. As a matter of fact, it is more diverse and with many other groups playing the same genre in Recife. Thus, Mar Assombrado can be viewed as a new musical adventure, which emerged in 2014, and promises to offer us original and unreleased albums in the coming years. However, the songs bear a long history in the backstage, of nearly three decades.

IMAGENS DO ENCARTE

Ouça algumas faixas:
https://www.youtube.com/channel/UCBPW2cNUZa0Eh-iW9ZeN13w